Trabalhando com Projetos

O trabalho através de Projetos vem nos permitindo viver uma escola alicerçada no real, aberta a múltiplas relações, onde a criança e o jovem se aproximam, gradativamente, dos procedimentos de estudo e de pesquisa, observando, analisando, selecionando, relacionando, sintetizando criticamente, e se apropriam de sua aprendizagem, não apenas no que diz respeito à seleção de informações pertinentes, mas também na busca de soluções adequadas para cada momento vivido.

O conhecimento passa a ser abordado de forma globalizadora e transdisciplinar. Através dessa abordagem, podemos tentar entender melhor o mundo sem segmentá-lo em áreas que para muitos de nós, durante longos anos, foram entendidas como paralelas. A complexidade de qualquer tema de estudo aponta para uma maneira de representar o conhecimento escolar que favoreça mais e mais o desenvolvimento de estratégias de indagação, de pesquisa e de interpretação. A escola precisa ser um espaço gerador de cultura, um espaço de reflexão e crítica, que utilize novas estratégias para abordar problemas que vão além da compartimentação disciplinar. Para tentar entender um fenômeno natural, cultural ou social, precisamos de conhecimentos de diversas áreas.

O trabalho com Projetos visa, em última análise, a promover um processo de ensino e aprendizagem compatível com a avalanche de informações que hoje nos surpreende e, ao mesmo tempo, instiga e provoca.

Anualmente, garantindo o envolvimento e a participação de todos os membros da comunidade escolar, através de diferentes estratégias e instrumentos de sondagem, escolhemos um tema, bastante amplo, que possa atender ao maior número de anseios e desejos, para ser o universo de pesquisa na Instituição. A esse recorte chamamos Projeto Institucional. A partir dessa escolha, cada turma da Educação Infantil e do Primeiro Segmento do Ensino Fundamental tenta encontrar um caminho próprio, uma abordagem única dentro desse território de pesquisa e busca de conhecimento. Por acreditarmos ser também a estratégia mais adequada para propiciar a construção coletiva do conhecimento e a problematização de contextos ligados à vida do jovem, o trabalho com Projetos é mantido no Segundo Segmento do Ensino Fundamental, com características apresentadas na seção específica. Dessa forma, os Projetos podem ser compartilhados por todos ou apenas atender aos interesses de uma turma ou grupo. Mas terão sempre pontos de convergência ligando-os ao interesse geral da comunidade escolar, favorecendo a troca e a circulação de informações, garantindo a cooperação e a democratização do saber.

Projeto 2020

Urgente! Cuidar da Terra é cuidar da gente O que é meio ambiente? Por que o meio ambiente é essencial à vida? Quais são as causas dos problemas ambientais? Quais são as consequências da destruição do meio ambiente? É possível reverter e recuperar os danos já causados? Quem se responsabiliza por eles e por trazer…

Projeto 2019

Conversa Vai, Conversa Vem: com a Palavra Você Também! O que é comunicação? O que é linguagem? Em que diferem? Os primeiros sistemas criados prescindiam do aparelho vocal? Como se dá a comunicação não verbal? Como nos comunicamos através do corpo? Qual a importância da palavra, o poder da fala e da escuta nas interações…

Projeto 2018

Da Cabeça aos Pés: que Histórias o Corpo Conta? O que um corpo sente, expressa, reflete, informa? Como se constitui e funciona? O que é um corpo? Tentar responder a essas perguntas nos obrigará a dar um mergulho nas ideias, produções e emoções humanas. E nos fará dialogar com inúmeras áreas do conhecimento. O que…

Projeto 2017

Zoom: diferentes formas de ver e experimentar o mundo …Sócrates fez o seu caminho de cultura e ao fim falou que só sabia que não sabia de nada. Não tinha as certezas científicas. Mas que aprendera coisas di-menor com a natureza. Aprendeu que as folhas das árvores servem para nos ensinar a cair sem alardes……

Projeto 2016

Nós: saber conviver, saber cuidar “Nosso belo dever é imaginar que há um labirinto e um fio.”  J. L. Borges   Se olharmos o labirinto como o nosso mundo, repleto de caminhos e versões, crenças e dúvidas e pensarmos o fio como o conjunto de crenças que nos orientam em nosso caminhar, poderemos ouvir, no…

Projeto 2015

Pedra sobre Pedra, um Mundo em Construção Os sinais do homem construtor são encontrados desde os vestígios das fogueiras, construções efêmeras, das pinturas rupestres e dos primeiros utensílios para os mais variados fins. A casa, primeiramente encontrada pronta, nas cavernas e recantos nos sopés das montanhas, passou pelas cabanas de palha, gravetos e ossos, começando…

Projeto 2014

Você tem fome de quê? O que nos alimenta? Comida é arte ou necessidade? O que é comida? Qual a sua história? Ela está na mesa, na cozinha de quem? O que é fome e quem tem fome? Comida é poder? Quem são as pessoas envolvidas em sua produção? Por que há quem a desperdice…

Projeto 2013

Transformação “Ninguém entra num mesmo rio uma segunda vez. Pois quando isso acontece já não se é mais o mesmo, assim como as águas que já serão outras.”  Heráclito   Transformação é mudança. Que mudanças? Nas formas de pensar, de viver e de ser, de se relacionar com o outro, de compreender o mundo, de…

Projeto 2012

O Bicho Inventor “O homem é um grande inventor de coisas, e a história do homem na Terra não passa da história das suas invenções com todas as consequências que elas trouxeram para a vida humana” Monteiro Lobato, História das Invenções, 1935 O que impulsiona o homem a inventar? A curiosidade? O desejo? A necessidade?…

Projeto 2011

Navegantes e Aventureiros: Navegar é Preciso Conhecer, transformar, ampliar o sentido da afirmação de navegadores, tão conhecida a partir do poema de Fernando Pessoa. Esse é o convite aos alunos, pais e professores da Sá Pereira. Navegar é preciso Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa: “Navegar é preciso; viver não é preciso”. Quero para mim…

Projeto 2010

AS CIDADES Das Aldeias às Grandes Metrópoles Como as crianças vêem a sua cidade? Por que, hoje, existem mais pessoas nas cidades que no campo? Como surgiram as primeiras cidades? Como serão as cidades no futuro? Quais as vantagens e os problemas da urbanização crescente? Como tanta gente diferente pode conviver em uma mesma cidade?…

Projeto 2009

Quanto tempo o tempo tem? “Quando eu crescer… vou inventar uma mochila a jato. E ela vai ter uma calculadorinha que a gente escreve “Escola Sá Pereira”. Aí a gente vai tão rápido, tão rápido que até a gente não vê.”; “Às vezes o trabalho demora para as pessoas chegarem em casa”; “Memórias do Rio?…